Às mãos do meu Pai

12 09 2011

Sempre foi um dia especial. Começava um pouco antes da meia-noite, com sorrisinhos e pés de lã a deixar sorrateiramente uma mensagem debaixo da almofada. Uma corrida para a cozinha, velas acesas num bolo ainda quente (ou numa pêra, como chegou a ser improvisado), a procissão antecedia o apagar das luzes e “Parabéns a Você, nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida!”.

Com os anos, as prendas deixaram de ser feitas na escola e foram diminuindo de quantidade, mas a festa sempre permaneceu. E mesmo de longe,  sem poder dar um beijinho especial como queria, a festa vai sendo feita por telefone e por mensagens e beijinhos de amor enviados pela net (como esta).

É um dia de celebração de vida, de celebração de amor e, para mim, celebração de um dos meus pilares. Uma pessoa culta, forte e com um mar de emoções por baixo de um semblante mais sério. Mas de sério pouco tem e só quem não conhece o entorcer do nariz e o sorriso no canto do olho é que se engana.

É um dia de celebração de vida, uma vida com os seus altos e baixos mas sempre com muita energia para seguir em frente e lutar pelo que se acredita, tornando o seu mundo no mundo que se quer. Um exemplo de como nunca se pára de aprender e melhorar. Um exemplo de que nunca é tarde para (re)começar.

E hoje, neste dia tão especial, a distância não impedirá que eu aperte estas mãos ao dar um sorriso muito grande ao seu dono: o meu Pai.

Parabéns a ti, és um exemplo que eu faço por seguir. Tem um dia muito feliz sabendo que estou sempre, sempre contigo!

Anúncios




Vianense de alma

24 08 2011

E que lindas foram as mais belas romarias este ano!





India, at last!

7 08 2011

Finalmente o meu sonho de menina!

Um sonho desde a volta dos meus pais da sua primeira visita à India, criado pelos seus relatos de pessoas a comerem arroz com as mãos “faziam bolinhas, assim, e comiam!”, de um didgeridoo a ser tocado nas escadas do Taj Mahal e das pessoas com olhares penetrantes, a entregarem a alma a quem lhes olhasse.

Um sonho alimentado pela recusa dos meus pais de nos levarem lá “irão quando forem adultas, será uma decisão ponderada e vossa porque é um país demasiado marcante.” Aumentado com a segunda viagem deles, as fotos e mais relatos.

Finalmente! A viagem está marcada e o destino começa a ganhar forma. Muita leitura e uma excitação como há muito não sentia. E a verdade é que não faço uma grande viagem desde Março de 2008, o maior período de secura desde que os meus pais me iniciaram nestas andanças viajantes. Mesmo as viagens curtas a sítios novos não me acalmaram o vício. Mas esta sim. Esta será uma das Grandes Viagens da minha vida. Sei-o antes de ir. Sei que o confirmarei quando voltar.





Cansadissimissimissima!

3 08 2011

Em 18 meses de trabalho, desperdicei 28 dias uteis de ferias… E ainda ha quem diga que ciencia nao e’ trabalho…
Mas agora estou estafada! Em 9 dias pararei 10 e daqui a dois meses… 3 semaninhas de aventuras facing east! 😀
So a etapa final: experiencias para terminar e uma review para escrever!





Bonne Vacance!

30 07 2011

E voilà, Paris esta de ferias!





Bolinha de cristal

18 07 2011

As vezes gostava de ter uma bolinha de cristal para prescrutinar o futuro e as pessoas em quem mais confio…
Porque e’ que me esta a ser tao dificil decidir ou confiar na escolha ja feita?
E’ a primeira vez que sinto isto e so sei que nao estou a gostar…





Parabens!

14 07 2011

Ha duas semanas fiz aninhos.Como era dia de trabalho e a meio da semana, iria trabalhar, receber telefonemas e mails e ao fim do dia beber um copito com colegas e amigos, nada de excepcional.

Mas, como ha pessoas muito, muito especiais, alguem me resolveu fazer uma linda surpresa e arranjaram um pombinho correio para me entregar um ramo de flores lindo bem no meio do laboratorio.

Portanto, vinda de uma pausa de cafe, dou com o meu chefe a dizer a um desconhecido “a C. N. e’ ela!”. Passo pelas bancadas e chegando ao senhor ele estende-me uma belissimo ramo de flores e diz “Joyeux anniversaire”. E la fiquei eu, que nem uma Lady Gaga, esbocei um merci, o senhor foi embora e o meu chefe “ah, Parabens, nao sabia que era o teu aniversario!”

E como hoje e’ o vosso dia, o dia que celebra um amor que muito tem superado e sem o qual eu nao estaria por aqui, ficam aqui os  meus Parabens para voces tambem!